Posts tagged Projeto Saúde e Alegria

Abertura oficial do I Fórum de Internet do Brasil



Por Adriane Gama

Diversidade, governança, liberdade, neutralidade, software livre e ambiente legal foram alguns dos temas principais do I Fórum de Internet do Brasil, em São Paulo, nos dias 13 e 14 de outubro de 2011, no Expocenter Norte, uma iniciativa do Comitê Gestor da Internet do Brasil, reunindo pessoas de todo o país, segmentos empresariais, da comunidade acadêmica, do governo e da sociedade civil com o objetivo de buscar soluções para os desafios atuais e futuros quanto a ampliação e consolidação dos direitos de cidadania de Banda Larga e Marco Civil da Internet, através de discussões intersetoriais divididas em trilhas.

A região norte estava com força total: Macapá, Roraima e Pará, estiveram bem representados neste evento, especialmente Santarém, através de participantes do Pontão de Cultura Digital do Tapajós, Projeto Saúde e Alegria, Casa Brasil de Santarém e Coletivo Puraqué. A comitiva santarena teve a missão de levantar a bandeira do direito ao acesso livre e de qualidade a rede mundial, articulando e mobilizando ações de melhoria de políticas públicas de internet para a região amazônica e suas dimensões territoriais peculiares, contando com o apoio e solidariedade das outras regiões.

A abertura do evento contou com a presença de importantes nomes ligados a este tema, como o sociólogo, professor e escritor Sérgio Amadeu, o jornalista Eugênio Bucci, a deputada Manuela D’Ávila, o Secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, Maximiliano Martinhão, Deputado Emiliano José, eentre outros.

Leave a comment »

Experiências de Cultura Digital na Amazônia no II FCDB


Na tarde do dia 16 de novembro, no espaço do auditório Petrobrás da Cinemateca, em São Paulo, foi realizada o encontro de projetos sócio-digitais da Amazônia que foram convidados pelo II Fórum de Cultura Digital Brasileira para falar das experiências das ações desenvolvidas na região norte. Representantes do Coletivo Puraqué, Casa Brasil de Santarém, Projeto Saúde e Alegria, Pontão de Cultura Digital do Tapajós, da cidade de Santarém e Drumbeat Amazônia, de Belém puderam apresentar suas atividades e metodologia peculiares com cultura digital amazônica.


Em forma de roda de conversa, Jader Gama, do Coletivo Puraqué, começou sua fala com uma música Se soubesse que tu vinhas, do cantor santareno, Chico Malta, demonstrando muito bem o jeito paraense de ser. Em seguida, a Coordenadora da Casa Brasil de Santarém, Adriane Gama, foi convidada para falar da experiência da Unidade que deu muito certo no interior do Pará, ampliando cada vez mais, o trabalho de cultura digital em uma área periférica que abrange 10 bairros, com a atuação forte da participação comunitária e do Conselho gestor, utilizando a metodologia puraqueana, baseada em Paulo Freire, ensinando e aprendendo a partir da sua realidade.


Segundo a Coordenadora da CBS, “as ações sócio-digitais, como o Cineclube 1ª Estação, as oficinas de conhecimentos livres com temas geradores de cidadania, campanhas de educação ambiental, programas como o Curumim Digital e o MID (Melhor Idade Digital), a nova equipe de Comunicadores Digitais Juvenis e a internet do NavegaPara, serviram de base para a democratização do conhecimento e informação para as pessoas que participam diretamente e comunidade em geral nesse espaço, contribuindo com o diálogo direto coletivo, protagonismo social, intervenção de novas ideias e consciência crítica dentro dessa nova era digital.

Claúdio Prado segurando a Moeda Social Muiraquitã Santarena

 

O coletivo Puraqué, representados pelo Marcelo Lobato e Jader Gama, por sua vez, mostrou toda a experiência de quase 10 anos de trabalho com cidadania, educação ambiental, economia solidária, inclusão e cultura digital, através de sua metodologia freiriana e oficinas digitais que realizam nos laboratórios dos telecentros das escolas municipais de Santarém até nas regiões ribeirinhas. O destaque maior foi para a realização da I Feira de Cultura Digital dos Bairros e da Moeda Social Muiraquitã, a qual é trocada por garrafas pets pela comunidade.

Na sequência, Paulo Lima, do Projeto Saúde e Alegria fez uma apresentação de todas ações de comunicação, de economia solidária, de saúde e de cultura digital realizadas diretamente nas comunidades ribeirinhas através da educação popular e ludicidade, como o Gran Circo Mocorongo. Por fim, Luciano Santabrigida, da Drumbeat Amazônia, fecha a exposição amazônica, abordando esse evento que visa discutir e promover a internet aberta com uso democrático e consciente da rede.

Acompanhe uma parte da conversa dessas experiências de cultura digital na Amazônia:

http://vimeo.com/16899248

Leave a comment »

Integrantes da CBS participa do curso de Rádio e Jornalismo


Durante os dias 8 e 9 de novembro, aconteceu a segunda etapa do curso de Rádio e Jornalismo, na sede do Projeto Saúde e Alegria em Santarém, facilitado pelo radialista Jean-Jacques Fontaine, da ONG Jequitibá Suíça e contou com a participação de vários membros das Rádios Comunitárias da região do Tapajós, Lago Grande e Arapiuns e na área urbana, a equipe da Casa Brasil de Santarém, representada pela Monitora de Infocentro Alessandra Sousa e Carlos Rodrigues, Coordenador do Estúdio Multimídia. No primeiro dia, foi criado um debate sobre as experiência realizada após a primeira parte do módulo do curso, falando um pouco da nossa concretização que foi desenvolvido nas rádios comunitárias, como as ideias e técnicas repassadas nas comunidades.

Durante esse tempo, as equipes partiram para prática desenvolvendo breves entrevistas entre os participantes sobre as expectativas no decorrer do curso. Em seguida foi realizada a elaboração do boletim de notícias, reportagem, entrevista e nota. Foi disponibilizado também materiais impressos para agilizar no desenvolvimento do programa sendo trabalhado em cima do boletim. No segundo dia, realizou-se o fechamento do programa, fazendo a seleção das entrevistas feita na rua, reportagem trazida pelos integrantes da equipe, e o breve ensaio do programa de rádio, já tendo o propósito de repassar esses conhecimentos para comunidade, e complementar as que já fazem esse trabalho nas rádios comunitárias livres. A oficina foi finalizada com uma avaliação coletiva na mesa quadrada, falando dos resultados do curso rádio e jornalismo.

Leave a comment »

Semana de Curso de Radiojornalismo


Está acontecendo nessa semana, nos dias 21 a 25 de junho, um curso de rádio e jornalismo, na sede do Projeto Saúde e Alegria, facilitada pelos jornalistas suíços Yves e Jean, tendo a participação de instituições, organizações e comunidades ribeirinhas, com as atividades práticas de produção de boletim, notas de reportagem, debates com os temas voltados para realidades de cada comunidade. Pela Casa Brasil de Santarém, estão participando dessas oficinas a Monitora do Telecentro, Alessandra Sousa e o Coordenador do Estúdio Multimídia, Carlos Rodrigues, cujas participações serão importantes para a replicação de novos conhecimentos e experiência sobre esse assunto para a comunidade da Grande Área do Santarenzinho e do Maracanã.

Leave a comment »

Apresentações culturais e sorteio social fecha última noite da Feira Cultura Digital dos Bairros


Por Juliane Oliveira

Muita festa na 3ª Noite Cultural da Feira Cultura Digital dos Bairros com a presença de músicos de Pernambuco, Altamira e talentos locais revelados no Show de Calouros e Festival de música realizados durante o evento. A noite também foi de premiações e entrega do computador sorteado entre os participantes da feira que apoiaram a moeda social e trouxeram garrafas pets para serem trocadas por Muiraquitãs.

Quem abriu a noite cultural foi o trio Quinho Caetes, Daniel Luis e Ronaldo Eli tocando o ritmo pernambucano Coco de umbigada com muito maracá e percussão, não deixando ninguém parado. Em seguida o grupo de teatro amador da Casa Brasil apresentou a peça ‘Deu a louca nos contos de fadas’ mostrando que toda história tem que ter um final feliz.

O evento ainda revelou mais talentos locais. Foi o casodo grupo de dança Flamenca e do desfile de moda produzido por moradores da grande area do Santarenzinho. E por falar em talentos. A noite ainda foi de grandes revelações.

Premiações

Quem saiu sorrindo da feira foram os vencedores do Show de Calouros e Festival de Música Milena Mota de Freitas de apenas 9 anos que conquistou nota máxima com os jurados no Show de Calouros e o Hugo Erlon que venceu o festival de música. Os dois, juntamente os outros candidatos que ficaram em 2º e 3º lugar vão gravar um CD. São eles:

Festival de Musica
1º Lugar: Hugo Erlon (62 pontos)
2º Lugar: Hiller dos Santos (61 pontos)
3º Lugar: Anderson André de Souza (57 pontos)

Show de Calouros
1º Lugar: Milena de Freitass (30 pontos)
2º Lugar: Klebar Pagel (28 pontos)
3º Lugar: Rafaela de Souza (27 pontos)

Pela pontuação é possivel saber que não foi fácil para os jurados. A disputa pelo 1º lugar foi acirrada. O que mostra que temos muitos talentos guardados nos nossos bairros e que só precisam de uma forcinha para despertarem.

Sorteio do computador

Wallace Rabelo não cantou, mas saiu da feira com um super-prêmio. A mãe dele, Maria Lucivânia, ganhou o computador que foi doado pela Otica Xingú e que foi sorteado entre as pessoas que trocaram garrafas pets por moedas sociais durant a feira. A Otica Xingu é apoiadora da Feira e foi a 1ª empresa a acolher o uso da moeda social como forma de pagamento.

O Muiraquitã, representação maior da cultura tapajônica representa na moeda social lançada durante a Feira Cultura Digital dos Bairros, é a oportunidade para o fortalecimento da economia solidaria entre comunidades e entidades sociais. Maria Lucivânia (Rifa 2931) acreditou na moeda e trocou 70 garrafas pets e garantiu um computador e ainda o engrandecimento dessa inciativa.  Saiba mais sobre a moeda Muiraquitã.

Papo-Show

Subiu ao palco para finalizar a 3ª Noite Cultural e a I Feira Cultura Digital dos Bairros o grupo Companhia Papo-Show de Altamira (PA). Muito mais que diversão, a banda que mistura teatro e questões sociais levantou, com a letra de suas músicas, um convite para refletirmos sobre meio ambiente, cidadania, direitos e fortalecimento social.

Quase duas mil pessoas estiveram presentes na 3ª Noite Cultural, o que refletiu o sucesso da iniciativa, tanto da moeda social, como a de juntar em um único espaço artistas locais, economia-solidária, cultura digital e uma diversidade social e cultural de atividades através da presença de pontos de cultura e ativistas digitais de diversos estados do Brasil, como Pernambuco, Roraima, Amazonas e das cidades de Altamira, Rondon do Pará, Belém e Belterra (Pará). Além da presença dos moradores da grande área do Santarenzinho e vindos de outros bairros de Santarém.

Leave a comment »

Sucesso coletivo e participação comunitária marca I Feira Cultura Digital dos Bairros


Três dias marcaram definitivamente os temas abordando: economia solidária, meio ambiente e cultura digital, reunindo toda a diversidade cultural e social na cidade de Santarém, no Pará. Trata-se da I Feira Cultura Digital dos Bairros que aconteceu nos dias 7, 8 e 9 de abril na grande área do Santarenzinho e do Maracanã, realizado pelo Pontão de Cultura Digital do Tapajós, Coletivo Puraqué, Projeto Saúde e Alegria, Casa Brasil e dos parceiros sociais: dez associações da Grande Àrea, Esporte e Lazer, Pontos de cultura, Secretaria Muncipal de Cultura e comunidade em geral.

Neste evento sócio-digital teve vários acontecimentos especiais que vai desde a feira de economia solidária, cybershibé, teatro, rodas de conversa temáticas, oficinas digitais a apresentação de show de calouros, festival de música e desfile de moda. O lançamento da moeda Muiraquitã, considerada a “moeda do conhecimento” consagra um novo paradigma de cultura digital na Amazônia. Com vocês, a Festa Colaborativa Popular!

Conheça um pouco mais da programação desta Feira Digital:

Continue lendo »

Leave a comment »

%d blogueiros gostam disto: