Posts tagged Pontos de Cultura

Primeira Oficina de Roda de Carimbó na Casa Brasil de Santarém


Por Alessandra Sousa

Está chegando na roda amazônica da Casa Brasil de Santarém, nesta quinta-feira, dia 2 de Dezembro, a 1ª Oficina de Roda de Carimbó, facilitados pelos músicos Chico Malta e Helder Gama, do Ponto de Cultura da OCA, Alter do Chão, que contará com a participação dos alun@s e dos colaboradores da Unidade, com dois momentos especiais: de instrumentalização para entrar no ritmo do batuque do curimbó e da maraca, e por fim, não deixando de fora a essência cultural, a sua dança envolvente, que completará no ritmo do carimbolado. O convite está aberto, quem quiser participar dessa oficina, pode aparecer neste espaço e sentir a energia do Pará.

Local: Auditório da Casa Brasil de Santarém

Dia: 02 de Dezembro (Quinta-feira)

Hora: 15h

Participação especial de Chico Malta e Helder Gama, do Ponto de Cultura da OCA, de Alter do Chão

Comments (2) »

Continua as Oficinas de Carimbó na Casa Puraqué


Por Alessandra sousa

Na tarde ensolarada do dia 1 de novembro, a rodada de carimbó, na Casa Puraqué, começou com a interação dos participantes com os convidados Marcos Silva e Ândrea Mônica, da Comunidade ribeirinha de Prainha, os quais vieram prestigiar a oficina de carimbó, na qual está sendo criada uma metodologia especial de repassar essa manifestação cultural. A participação cantada e dançada, começa então com apresentação de todos, mais uma vez, em ritmo de carimbó.

Logo em seguida foram divididas as equipes, de acordo com os seus signos, foram para o laboratório de informática pesquisar sobre a arte do seu signo, encontrar uma música de carimbó e ainda de quebra, fazer uma coreografia. A partir daí, foi um festival de sons e passos afinados para se apresentar de volta na roda de carimbó, debaixo das árvores. Depois das apresentações das equipe, na roda de diálogo, foi constatado que a maioria das pesquisas sobre música de carimbó que estava disponível na internet, eram canções do mestre paraense “Pinduca”, concluindo mais uma vez que ainda é muito pouco divulgado a cultura da região oeste do Pará.

Foi muito interessante essa combinação com a pesquisa, pois havia pessoas que ainda não tinha essa curiosidade de querer saber sobre o carimbó na internet. Para a Mônica Alves, de Alter do Chão, “esse ritmo tem essência regional, mas ao mesmo tempo, parece ser tão distante das pessoas que moram aqui”, desabafa. Outro fato, foi de como é ideal inovar a cultura popular com a tecnologia, utilizando uma ferramenta midiática digital livre para afirmar nossa identidade cultural e ao mesmo tempo, criar, reinventar, mostrar a nossa maneira de manifestar a nossa própria cultura, através do ritmo carimbó, divulgando a riqueza da cultura santarena. Como encaminhamento final, surgiu a ideia de compor em cifras as músicas de carimbó da nossa região, aprendendo essas técnicas, divulgando-as, estando disponível para fazer downloads no site do Puraqué, em breve.

Leave a comment »

Visita do ex-Secretário da SECULT na Casa Brasil


No último sábado, dia 19 de junho, esta Unidade recebeu a visita do ex-Secretário Estadual de Cultura (SECULT), o sr. Edilson Moura, que aproveitou a sua estadia em Santarém, participando do III Salão do Livro do Oeste do Pará, para conhecer espaços que trabalham com cultura digital com ponto de acesso de internet livre do programa NavegaPará, como a Casa Brasil de Santarém. Estiveram presentes neste encontro: conselheiros gestores, alunos e equipe da Casa Brasil e do Coletivo Puraqué. Na ocasião, o ex-secretário além de conhecer os módulos dos espaço, entendeu como funciona a dinâmica das atividades sócio-digitais, através dos depoimentos das pessoas que participam diretamente desse processo.

Leave a comment »

Apresentações culturais e sorteio social fecha última noite da Feira Cultura Digital dos Bairros


Por Juliane Oliveira

Muita festa na 3ª Noite Cultural da Feira Cultura Digital dos Bairros com a presença de músicos de Pernambuco, Altamira e talentos locais revelados no Show de Calouros e Festival de música realizados durante o evento. A noite também foi de premiações e entrega do computador sorteado entre os participantes da feira que apoiaram a moeda social e trouxeram garrafas pets para serem trocadas por Muiraquitãs.

Quem abriu a noite cultural foi o trio Quinho Caetes, Daniel Luis e Ronaldo Eli tocando o ritmo pernambucano Coco de umbigada com muito maracá e percussão, não deixando ninguém parado. Em seguida o grupo de teatro amador da Casa Brasil apresentou a peça ‘Deu a louca nos contos de fadas’ mostrando que toda história tem que ter um final feliz.

O evento ainda revelou mais talentos locais. Foi o casodo grupo de dança Flamenca e do desfile de moda produzido por moradores da grande area do Santarenzinho. E por falar em talentos. A noite ainda foi de grandes revelações.

Premiações

Quem saiu sorrindo da feira foram os vencedores do Show de Calouros e Festival de Música Milena Mota de Freitas de apenas 9 anos que conquistou nota máxima com os jurados no Show de Calouros e o Hugo Erlon que venceu o festival de música. Os dois, juntamente os outros candidatos que ficaram em 2º e 3º lugar vão gravar um CD. São eles:

Festival de Musica
1º Lugar: Hugo Erlon (62 pontos)
2º Lugar: Hiller dos Santos (61 pontos)
3º Lugar: Anderson André de Souza (57 pontos)

Show de Calouros
1º Lugar: Milena de Freitass (30 pontos)
2º Lugar: Klebar Pagel (28 pontos)
3º Lugar: Rafaela de Souza (27 pontos)

Pela pontuação é possivel saber que não foi fácil para os jurados. A disputa pelo 1º lugar foi acirrada. O que mostra que temos muitos talentos guardados nos nossos bairros e que só precisam de uma forcinha para despertarem.

Sorteio do computador

Wallace Rabelo não cantou, mas saiu da feira com um super-prêmio. A mãe dele, Maria Lucivânia, ganhou o computador que foi doado pela Otica Xingú e que foi sorteado entre as pessoas que trocaram garrafas pets por moedas sociais durant a feira. A Otica Xingu é apoiadora da Feira e foi a 1ª empresa a acolher o uso da moeda social como forma de pagamento.

O Muiraquitã, representação maior da cultura tapajônica representa na moeda social lançada durante a Feira Cultura Digital dos Bairros, é a oportunidade para o fortalecimento da economia solidaria entre comunidades e entidades sociais. Maria Lucivânia (Rifa 2931) acreditou na moeda e trocou 70 garrafas pets e garantiu um computador e ainda o engrandecimento dessa inciativa.  Saiba mais sobre a moeda Muiraquitã.

Papo-Show

Subiu ao palco para finalizar a 3ª Noite Cultural e a I Feira Cultura Digital dos Bairros o grupo Companhia Papo-Show de Altamira (PA). Muito mais que diversão, a banda que mistura teatro e questões sociais levantou, com a letra de suas músicas, um convite para refletirmos sobre meio ambiente, cidadania, direitos e fortalecimento social.

Quase duas mil pessoas estiveram presentes na 3ª Noite Cultural, o que refletiu o sucesso da iniciativa, tanto da moeda social, como a de juntar em um único espaço artistas locais, economia-solidária, cultura digital e uma diversidade social e cultural de atividades através da presença de pontos de cultura e ativistas digitais de diversos estados do Brasil, como Pernambuco, Roraima, Amazonas e das cidades de Altamira, Rondon do Pará, Belém e Belterra (Pará). Além da presença dos moradores da grande área do Santarenzinho e vindos de outros bairros de Santarém.

Leave a comment »

Preparativos para a Feira de Cultura Digital dos Bairros


Estão acontecendo no auditório Casa Brasil de Santarém, as primeiras reuniões semanais de planejamento do evento Feira de Cultura Digital dos Bairros que irá acontecer nos dias 7, 8 e 9 de abril de 2010, no Centro de Formação, no bairro do Santarenzinho, que traz como viéis principais: Tecnologia, Cultura e Economia solidária.

Esta ação é realizada pelo Pontão de Cultura do Tapajós, tendo como parceiros principais: Casa Puraqué, Casa Brasil de Santarém, Pontos de culturas ( OCA, Aritapera, ATAS, AMOBAM e FUNDAC), Prefeitura Municipal de Santarém, Esporte e Lazer e as dez associações dos bairros da grande área do Santarenzinho e do Maracanã.

Dentro da Feira de Cultura Digital dos Bairros, haverá discussões através de roda de conversa sobre: o II Fórum de Cultura Digital da Amazônia, II encontro de Gênero e Tecnologia e Panamazônico. Além disso, o evento terá vários espaços temáticos que irão funcionar simultaneamente, que vai desde o Cineclubismo, zona livre de internet, teatro, diversão, esporte, leitura a espaço de feira para venda, troca e compras de artesanatos e palcos para shows e apresentações culturais.

As inscrições estão abertas para participar dessa ação sócio-digital. Avante Comunidades da grande àrea, a hora é essa !

Para maiores informações:

Pontão de Cultura Digital do Tapajós

Rua Barjonas de Miranda, Aldeia

Casa Puraqué

Rod. Fernando Guilhon, 1010 – Maracanã

Casa Brasil de Santarém

Rod. Fernando Guilhon, 12 – Santarenzinho

Leave a comment »

%d blogueiros gostam disto: