Posts tagged Lixo tecnológico

Alegria contagia o espetáculo Manatee no V Salão do Livro


Por Adriane Gama

No último sábado, dia 2 de junho, o grupo de teatro Manatee da Casa Brasil de Santarém se apresentou no palco aberto do V Salão do Livro, no parque da cidade, com o espetáculo “A cidade das águas puras – A aventura continua”. Depois de meses de produção do roteiro, criação de personagens, ensaios intensos, a trupe Manatee, formado por crianças e jovens da Grande área do Santarenzinho e do Maracanã, finalmente colocou em prática seus talentos artísticos, contagiando o público em geral, o qual prestigiaram mais um trabalho colaborativo dessa turminha.

Arraia Star, Zé do choque, acarinauras, tucunuaras e entre outras estrelas do fundo do rio e também da terra, brilharam com a continuação da saga da luta dos povos das águas limpas contra o terrível Lixotron. Essa história aborda sobre meio ambiente, lixo tecnológico e biodiversidade dos rios Tapajós e Amazonas, trazendo muita informação e sensibilização ecológica para as pessoas, através da arte e alegria. Essa apresentação traz a primeira experiência do grupo com recursos de áudio usando o programa Audacity, em software livre, com a pré gravação de toda a narrativa, o que gerou um desafio positivo para os integrantes que o levaram com muita descontração.

A ideia é fazer depois uma rádio novela com esse tema ambiental e digital, no programa de webradio da Casa Brasil, bem como gravar também a primeira história onde tudo começou. Agradecimentos a todos os colaboradores desse teatro, ao Conselho Gestor pelo transporte e as famílias desses jovens artistas comunitários. Parabéns Manatee!! O próximo semestre promete com mais novidades sobre essa trupe!

Comments (4) »

Espetáculo do Teatro Manatee brilha na XXI Mostra de Teatro da ATAS


Por Adriane Gama

O grupo de teatro Manatee da Casa Brasil de Santarém, na noite de sexta-feira, dia 7 de outubro, participou pela primeira vez de uma mostra da ATAS, trata-se da XXI Mostra de Teatro em Santarém, e orgulhosamente entrou, mais uma vez, em cena no palco da Casa da Cultura, com o espetáculo “A Cidade das Águas Puras”, que teve como tema principal, mostrar por meio da arte, as consequências dos impactos ambientais do lixo tecnológico nos rios e os prejuízos irreparáveis na vida dos seres aquáticos, através da luta dos povos acarinauras e tucunuaras contra o temível Lixotron, um ser que ganha mais poderes conforme a quantidade de lixo tecnológico e entre outros, são jogados nos rios pelos seres humanos.

Nesta história, peixes de todas as espécies, animais ameaçados de extinção e até mesmo as lendas se uniram para combater a poluição dos lixos nas águas Tapajós e Amazonas. No final, uma demonstração do que podemos fazer para contribuir com a natureza: união com práticas coletivas. Cada personagem se caracterizou conforme as espécies da região; frisando os animais que estão em extinção, por conta da ambição dos humanos, como exemplos: o peixe-boi amazônico e o pirarucu. E ainda contou com a presença das lendas amazônidas: Mãe D’Água e a Cobra Boiúna. “A hora é agora, cada um procurando fazer a parte”, fala final da personagem Rosinha com seu irmão Chiquinho e o vovô Benê.

A alegria e o entusiasmo estavam estampados nas carinhas dos meninos e meninas, integrantes do grupo Manatee, onde valeu a pena estarem ensaiando durante dois meses seguidos, além da mistura de concentração e euforia que envolvia todos, a partir do momento em que vestiam seus respectivos figurinos, dando vida e emoção aos personagens aquáticos e seres humanos. O grupo MANATEE da CBS foi criado há 2 anos, e é formado na maioria pelas crianças do programa sócio-digital Curumim Digital e por adolescentes e jovens da Grande Área do Santarenzinho e do Maracanã, os quais tiveram a primeira oportunidade de mostrar os seus talentos artísticos em um evento cultural tradicional do teatro do Oeste do Pará.

Esse espetáculo cuja sua origem aconteceu no ano passado, com a presença do ator e figurinista beleense Jean Negrão, na época, profissional da Fundação Curro Velho, teve uma ideia inspirada nos trabalhos digitais da CBS com Metareciclagem e lixo tecnológico, interagindo com a questão ambiental, envolvendo os rios amazônicos, adicionando pitadas de humor para garantir a atenção de um público de todas as idades. A partir daí, com um argumento feito pelo teatrólogo David Matos e um roteiro original produzido pela bióloga Adriane Gama com a colaboração do ator e Diretor Artístico Darlisson Duarte, do Ponto de Cultura ATAS (Associação de Teatro Amador de Santarém), reuniram ingredientes essenciais para transmitir uma mensagem consciente e ativa de que precisamos agir, o quanto antes, com mais responsabilidade e respeito com o nosso planeta.

Super parabéns a todos jovens e crianças que contracenaram nesse espetáculo, agradecimentos especiais a equipe técnica da CBS (cenário e figurino), ao Coletivo Puraqué (na sonoplastia e filmagem), a ATAS (na iluminação) e ao Conselho Gestor da CBS, com o apoio do lanche e ônibus. O Manatee continua suas atividades de ensaio, com mais tranquilidade, pois no próximo mês estará novamente apresentando esta peça no IV Salão do Livro. Para quem viu ou ainda vai assistir, aproveite a ocasião, afinal de contas, o teatro é arte coletiva!

Comments (3) »

Oficina de Conhecimentos Livres de Meio Ambiente na CBS


A Casa Brasil de Santarém, no final da semana passada, teve um grande encontro de Conhecimentos Livres Digitais, organizada pelo Coletivo Puraqué, e para manter o ritmo elétrico digital, a partir de amanhã e na quinta-feira, estará acontecendo a terceira oficina de Conhecimentos Livres, agora com o tema gerador Meio Ambiente. Serão realizadas em três turnos e facilitada pela bióloga Adriane Gama, com um ambiente interativo audiovisual e com roda de conversa, colocando como pautas principais os seguintes temas: a importância da água e do meio ambiente na comunidade, problemas ambientais planetário, lixo tecnológico, educação ambiental e práticas ambientais ecologicamente corretas, como o uso do Copo Livre. Esta oficina tem a finalidade de se complementar como embasamento para a prática das atividades dos cursos digitais da Unidade. Dica dada, alunos e alunas a postos a dialogarem um assunto em comum e vital para todos nós. Esperamos por vocês!!!

Horários das oficinas de Meio Ambiente:

Quarta-feira – 11 de maio de 2011

Manhã – 9h

Tarde – 15h

Noite – 19h

Quinta-feira – 12 de maio de 2011

Manhã – 9h

Tarde – 15h

Noite – 19h

Leave a comment »

Acadêmicos da UFOPA pesquisam lixo tecnológico na Casa Brasil de Santarém


O blog desta Unidade vem sendo fonte de pesquisa em Santarém sobre Cultura Digital graças ao apoio e trabalho referencial dos ativistas de Software livre do Coletivo Puraqué na cidade. No dia 14 de abril, estudantes da UFOPA estiveram visitando a Casa Brasil de Santarém em busca de conhecerem um pouco das atividades de Metareciclagem, abordando o tema lixo tecnológico, neste espaço. Trata-se de um pesquisa universitária para saber como funcina os trabalhos voltados para essa questão ainda desconhecida por pessoas e que pode causar grandes impactos ambientais na natureza, caso não tenha um destino final adequado e fique jogado diretamente em local aberto sem qualquer tipo de acondicionamento. Coordenadora do laboratório de Metareciclagem, Abiene Souza e o Técnico do Coletivo Puraqué, Dennie Fabrizio colaboraram com informações sobre esse assunto.

Leave a comment »

Nova temporada de oficinas de Metareciclagem


Foram realizadas nos dias 17 e 18 de março, no auditório da Casa Brasil de Santarém, as oficinas de Metareciclagem, facilitadas pelo oficineiro da Casa Puraqué, Dennie Fabrizio, nos três turnos de aulas, para 280 alunos dos cursos de Informática Básica, Avançado e Multimídia.

A finalidade principal dessas atividades é desmistificar a “caixa preta” do computador, a CPU e seus componentes, conhecer suas funções e a interatividade entre as peças. Além disso, não se trata apenas de conhecer o computador por dentro e se tornar um expert no assunto, mas compreender a Metareciclagem com idéia de transformação social que pode acontecer a partir do momento que as pessoas a conhecem e podem contribuir com a sua realidade através dos conhecimentos tecnológicos.

Como por exemplo, o lixo tecnológico, assunto ainda pouco conhecido, mas de uma importância ambiental e social, está acontecendo em todo lugar do planeta, o qual pode afetar a todos nós, caso produtos digitais obsoletos, sejam jogados fora, sem nenhum destino adequado, causando grande impacto ambiental, por causa dos seus metais pesados absorvidos no solo e na água.

O reaproveitamento de muitas peças pode ser uma alternativa maior de vida útel para os mesmos e consequentemente, reconstruir novas máquinas com tecnologia de ponta e promover para que mais pessoas possam estar incluídas digitalmente. Segundo Dennie Fabrizio, “Essa oficina é a porta de entrada para as pessoas que querem seguir esses conhecimentos tecnológicos e difundir essa filosofia como ativistas da Metareciclagem.”

Leave a comment »

Roda de conversa sobre Metareciclagem


metar_acao

A nova equipe de educomunicação e cultura digital da Casa Brasil de Santarém está em ação. No dia 22 de outubro, essa turma fez uma super visita no laboratório de Metareciclagem desta Unidade e conversou com os alunos e alunas do horário das 16h às 18h, de terça e quinta, sobre as atividades de metarec, expectativas em relação ao curso, importância da metareciclagem, sugestões e Casa Brasil. Confira nessa rodada de conversa, o que essa turma está achando sobre a Metareciclagem.

Continue lendo »

Leave a comment »

%d blogueiros gostam disto: