Recursos Educacionais Abertos na Casa Brasil e no IFPA



O Coletivo Puraqué que atua na área de Cultura Digital, Inclusão Digital e Software Livre há pouco mais de 9 anos na região Oeste do Pará, está viabilizando uma série de palestras e mini-cursos acerca de temas como comunicação digital, reapropriação tecnológica, usos da tecnologia da informação na formação de professores, cultura digital na educação, dados abertos, empreedimentos colaborativos e negócios inovadores. Estes encontros vão ser realizados todos os meses em parceria com o IFPA-Santarém, tendo como objetivo compartilhar conhecimentos de software livre, comunicação e educação com pesquisadores, acadêmicos, professores e a todos interessados em multiplicar a inteligência coletiva da “Pérola do Tapajós” e região. Além de viabilizar economicamente o empreendimento inovador do projeto denominado Produtora Colaborativa Livre, que é formado por jovens da grande área do Santarenzinho e Maracanã.

O primeiro evento será realizado entre os dias 27 e 28 de maio, com duas atividades distintas, a primeira acontecerá nas dependências da Casa Brasil de Santarém, que será o Encontro REA + Cultura Digital, com início às 9h, onde participarão desse encontro: acadêmicos do IFPA, UFOPA, além de professores e diretores da rede municipal de ensino (Núcleo de Informática Educativa da SEMED), infocentristas, telecentristas, pontos de cultura, 5ª URE, integrantes da Casa Brasil, Coletivo Puraqué, Secretaria de Educação de Juruti, Secretaria de Educação de Belterra. O encontro que está sendo realizado em parceria com o Núcleo de Informática da SEMED, Casa Brasil de Santarém e o Pontão de Cultura do Tapajós, no dia 27, será gratuito.

Já no dia 28 de maio, sábado, a partir das 9:30h da manhã, no auditório do IFPA, será realizada uma palestra sobre Recursos Educacionais Abertos e as TIC’s na Educação. A palestra é aberta a todos interessados, sendo que será solicitada uma taxa de colaboração no valor de R$15,00 para inscrições individuais e R$10,00 para inscrições de grupos (a partir de 5 pessoas). As inscrições estão abertas na Casa Brasil de Santarém (Rod. Fernando Guilhon, 12 – Santarenzinho), na Casa Puraqué (Rua Travessa Vitória Régia, 223, Amparo, próximo a fábrica de asfalto) e no IFPA (Avenida Marechal Castelo Branco, 621 – Interventoria). Mais informações clique no site do Puraqué: http://puraque.org.br/palestras/

Recursos educacionais abertos (REA) é um esforço de uma comunidade internacional impulsionado pela Internet para criar bens educacionais pertencentes à humanidade. A definição mais geral dos REA é “materiais digitais oferecidos livre e abertamente para que educadores, estudantes e alunos autônomos possam usá-los para o ensino, aprendizagem e pesquisa”.

Saiba mais sobre a importância do REA, neste link abaixo:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Recursos_educacionais_abertos

Entre os facilitadores e palestrantes estão:

Lu Scuarcialupi – Professora de tecnologia da Escola Politeia, é membro da comunidade de Recursos Educacionais Abertos e desenvolve projetos ligados a educação e tecnologia na Casa de Cultura Digital. No caminho até se tornar professora, Luciana se formou em jornalismo, pela Faculdade Cásper Líbero, em ciências sociais, pela USP. Escreveu – não sozinha! – um livro: o Cama de Baleia, trabalho de conclusão de curso sobre a construção da Usina Hidrelétrica de Sobradinho. Trabalhou na Editora Abril como repórter e editora. Nas Editoras Moderna e Abril Educação fez roteiros de objetos educacionais digitais e produziu material de apoio para professores em sala de aula. Foi pesquisadora do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, o Cebrap, e do Ministério da Cultura – onde estudou a implementação das oficinas de formação para agentes dos Pontos de Cultura. Hoje desenvolve projetos que fazem uso de tecnologia junto com as crianças da Politeia. Seus planos de aula e atividades em sala já são Recursos Educacionais Abertos e logo mais estarão disponíveis no site da Escola.

 Pedro Markun – Diretor da Esfera, membro da comunidade REA Brasil e um dos fundadores da comunidade Transparência Hacker. Ativista pelos dados abertos e por novas maneiras de fazer política na rede. Criou o clone do blog do planalto e o aplicativo chequeurl que cruza informações de notícias com doadores de campanha.

Jader Gama – Membro do Coletivo Puraqué, Coordenador do Núcleo de Informática Educativa da SEMED/Santarém, um dos fundadores a comunidade OpenTapajós (FASOL), idealizador da Feira Cultura Digital dos Bairros e Comunidades e do Fórum Amazônico de Cultura Digital, coordena o projeto Jovens CodeirXs da Casa Brasil e faz parte da rede metareciclagem, telecentros.br, transparência hacker, é articulador do Pontão de Cultura Digital do Tapajós e da Rede Mocambos no Baixo-Amazonas. É ativista de software livre e das novas maneiras utilizar as redes digitais como canal para a democracia colaborativa.

Anúncios

1 Response so far »

  1. 1

    Tarcisio said,

    Olá a todxs,

    Realmente a palestra vai ser muito boa e esperamos as pessoas que queiram estar por dentro desse tema tão importante a fazerem seus grupos e se inscreverem enquanto temos vagas.
    abraços


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: