Capacitação de Monitores do GESAC em Santarém


Nos dias 24 e 25 de setembro, aconteceu no Telecentro do GDA (Grupo de Defesa da Amazônia), a Formação em Tecnologias de Informação e Comunicação para Monitores e Multiplicadores dos Pontos GESAC nesta região. O objetivo desse encontro foi promover a inclusão digital através da qualidade do uso dos pontos Gesac como equipamento público, construindo alternativas de autonomia nas redes digitais e participação das comunidades envolvidas. O projeto GESAC, desenvolvido pelo Ministério das Comunicação, leva internet em banda larga a mais de 11 mil telecentros em todo o país. Nesta região abrange desde as áreas urbanas até as do interior, como as comunidades ribeirinhas de Santarém, Suruacá e Maguari, no rio Tapájós.

As temáticas abordadas nesta capacitação, envolveu a tecnologia com outras áreas do conhecimento como: comunicação comunitária, conselho gestor, economia solidária, educação ambiental e cultura. Até o final de março de 2011, os monitores selecionados nos pontos GESAC atendidos pelo projeto, receberão capacitação presencial e à distancia nos conteúdos propostos. A ideia principal é que estes monitores sejam replicadores desses conteúdos dentro da sua comunidade, repassando esses conhecimentos, no mínimo, para três pessoas, garantindo de fato, seu certificado.

Esteve facilitando esta formação, o PID (Promotor de Inclusão Digital), Lamartine Silva e uma equipe de orientadores, que acompanham diretamente os monitores neste processo presencial das aulas. O Coordenador do Coletivo Puraqué, Jader Gama e a Coordenadora da Casa Brasil de Santarém, Adriane Gama foram convidados a contribuir com esta oficina, falando sobre a trajetória de experiências colaborativas e comunitárias do seu coletivo, durante quase dez anos de trabalho sobre cultura digital. Para Jader Gama, os principais pontos positivos que dão certo num espaço digital de cidadania, são “criar um conselho gestor pró-ativo e co-responsável, pesquisar os editais do Governo Federal e Estadual, valorizar os colaboradores voluntários e suas famílias e fomentar uma economia solidária que apóie a sustentabilidade do espaço”. conclui.

No final do encontro, os facilitadores ajudaram os monitores a se cadastrar na Rede GESAC, uma ferramenta digital que possibilita a interação de todos os atores desse projeto, a trocarem experiências e divulgando sua realidade local, através de fóruns de discussão e blogs. Para maiores informações, pode acessar o portal do projeto:

www.formacao.gesac.gov.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: